Em algum momento você terá a necessidade de expandir, delegar e administrar. E para realizar uma boa gestão, será necessário conhecimentos além da mecânica. É preciso administrar as finanças, pagar tributos, divulgar seu negócio, entender sobre leis trabalhistas dentre outros pontos que devem ser levados em conta para garantir maior rentabilidade do negócio.

Um dos erros mais comuns é misturar as suas contas pessoais com as contas da empresa. É preciso separar o que são contas da empresa, contas suas, entradas, saídas, investimentos e claro o “pró-labore”, que é como se fosse o seu salário. Para a parte de gestão administrativa, o SEBRAE disponibiliza diversos cursos online com planilhas que vão te ajudar a gerir o seu negócio. Vale muito a pena estudar um pouco sobre essa parte que literalmente é a responsável por fazer o seu empreendimento crescer, estagnar ou falir. Boa gestão é o coração do seu negócio.

Outra parte importante é o marketing. Não importa qual o tamanho do seu empreendimento, você precisa que os clientes saibam que você existe e que domina a sua área. Abrir um comércio e não divulgar é contar com a sorte de um carro quebrar em frente a sua mecânica. Não são estes clientes que pagarão suas contas. Os clientes precisam saber sobre os seus serviços, sobre suas facilidades, sobre suas especialidades. Alguns mecânicos deixam o trabalho de marketing de lado por acharem que há outras tarefas mais importantes, mas se você quer mesmo fazer seu negócio tenha sucesso, vai precisar trabalhar sua imagem.

Ouvir o seu cliente é a maneira mais assertiva de melhorar os seus processos. A opinião do seu público é o melhor termômetro para medir a qualidade do seu trabalho e se há alguma falha no processo. Bem como ideias para agregar novos serviços. Sempre que puder, ouça seu cliente. Crie um formulário de avalição e escute de cabeça aberta todas as críticas e elogios do seu público. Erros simples e pequenos problemas podem ser corrigidos facilmente através da opinião de quem está de fora.

Tenha em mente qual o seu atual posicionamento, quais os seus objetivos a curto, a médio e a longo prazo e o que você irá fazer para chegar nos seus objetivos. Basicamente, traçar um plano estratégico te ajuda a ter um direcionamento para as suas ações. Pode parecer algo que só grandes empresas precisam, mas vamos te dar um exemplo na prática de como um planejamento estratégico vai te ajudar.

Imagine que hoje a sua oficina oferece apenas os serviços de mecânica, mas houve um crescimento considerável na necessidade de consertos de Módulos Eletrônicos. Então você traça um plano onde depois de XX tempo você também irá oferecer este serviço. O primeiro passo é PESQUISA. Você precisa pesquisar sobre quanto custa um curso de capacitação, quais as ferramentas que você irá precisar para começar a atuar nessa área, quanto tempo de duração tem o curso, quantos empreendimentos na sua região oferecem esse tipo de serviço e por fim, quanto cobram e quanto você irá cobrar por esse tipo de serviço. Com estes dados em mãos, você conseguirá traçar o seu plano estratégico. Você terá em mãos quanto irá gastar e, com esses valores e de acordo com os seus ganhos atuais, você consegue descobrir quanto tempo precisará juntar para realizar essas ações, ou até mesmo se não vai precisar esperar. Quanto tempo demorará para você adquirir o conhecimento necessário para já começar atuar nesta área e comprar todas as ferramentas necessárias. Por fim, de acordo com a procura que chega até você, provisionar o quanto conseguirá aumentar em faturamento, agregando mais este serviço em sua empresa.

Tudo isso precisa ser planejado, afinal, é preciso que esse novo passo não atrapalhe o funcionamento atual da sua empresa, bem como mantenha a saúde financeira dela.

Sempre que possível, invista em tecnologia. Desde um software de gestão, até ferramentas para diagnósticos, trarão ao seu negócio a agilidade, a segurança e a confiabilidade que faz toda diferença para a tomada de decisão do seu cliente.

E por fim, todos os produtos ou serviços que quiser agregar, é preciso um olhar especial para sua infraestrutura. A qualidade de seus equipamentos, do seu espaço e até do seu atendimento, influencia diretamente no número de negócios que você consegue fechar a cada mês.

Empreender no Brasil é um grande desafio, ainda que seu empreendimento seja de pequeno ou médio porte.
Tags:                 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *