Você sabia que o seu carro também sofre com as baixas temperaturas? Para evitar problemas mecânicos no meio da estrada e gastos extras de última hora, separamos algumas dicas de cuidados básicos de manutenção preventiva.

1 – Fique de olho na bateria

As baixas temperaturas podem exigir uma carga maior da bateria, para dar a partida. Por isso, fique de olho no tempo de vida do componente, é normal baterias que já se encontram no fim da vida, precisarem ser trocadas nesta estação. Evite ao máximo dar a partida com acessórios elétricos ligados, como faróis, ar condicionado ou centrais multimídias.

2 – Cuidados com combustíveis em carro Flex.

Um dos grandes problemas referentes a combustível em carros flex, costumam aumentar no inverno referente a troca de combustível. Embora o motor bicombustível seja programado para funcionar com gasolina e álcool, o álcool sofre bastante incidência do frio, tornando a partida um pouco mais sofrida para os carros. O Etanol necessita de temperaturas mais elevadas para mudar seu estado físico durante a queima e garantir o acionamento do motor. Dessa maneira, certifique-se que as velas e cabos de ignição estejam em perfeito estado, bem como o sistema de injeção eletrônica, responsável por identificar o novo combustível após a troca.

3 – Não esqueça do reservatório de partida a frio

O reservatório de partida a frio é responsável por injetar gasolina na câmara de combustível, facilitando a partida dos carros a álcool. Nos carros mais modernos, o sistema Flex-Start aquece o etanol eletronicamente, mas nos carros mais antigos, o reservatório abastecido é fundamental para auxiliar na partida do carro abastecido com etanol. Por isso, procure de tempos em tempos, verificar se o reservatório está abastecido com gasolina.

4 – Não precisa esquentar, mas precisa de cautela

Uma das funções da injeção eletrônica é esquentar o motor do carro de modo crescente. Dessa maneira, se seu carro possui injeção eletrônica, você não precisa ficar “esquentando” o motor antes de sair (acelerando até o motor alcançar a temperatura ideal), mas é aconselhável que se dirija com calma nos primeiros minutos, garantindo que a injeção eletrônica faça com que o motor atinja sua temperatura ideal de forma gradativa, para que não force o motor.

5 – O ar condicionado pode ser o seu vilão

Doenças respiratórias e virais possuem maior incidência no inverno. Manter o filtro do sistema de aquecedor e ar condicionado higienizados é garantia de saúde para você e sua família. Realize a higienização e verificação de troca do filtro a cada 6 meses.

6 – O inverno é um grande vilão para a pintura do seu carro

Se o seu carro costuma ficar exposto ao tempo, principalmente durante as madrugadas, onde as temperaturas são mais baixas e a propensão a geadas e nevoeiros é maior, então você deve ficar atento a alguns cuidados especiais para preservar a pintura do seu carro.

Além de tirar o brilho e deixar a cor mais opaca, as geadas podem queimar a pintura do carro, ocasionando manchas, especialmente no teto e capô do veículo. O ideal é que o carro receba uma capa de proteção e de tempos em tempos, receba um polimento e cristalização a fim de evitar esse desgaste na pintura.

Saiba como amenizar os problemas decorrentes das baixas temperaturas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *