58% das vendas de carros no país, é para o público feminino. Até bem pouco tempo atrás, era comum que os homens assumissem a frente das tratativas quando o assunto era automóvel. Mas essa realidade tem mudado com a nova realidade da vida dos brasileiros.

Os casamentos estão acontecendo cada vez mais tarde e as mulheres estão ocupando cada vez mais cargos importantes no mercado de trabalho, que trazem a elas a independência de tomar a frente de todos os assuntos relacionados a sua vida. Isso reflete diretamente no mercado automobilístico.

Com mais mulheres independentes e motorizadas, maior será o público feminino que precisa de atendimento.

Muitas oficinas já tem apostado no atendimento exclusivo feminino, uma vez que, quando o crescimento do público feminino num ambiente totalmente masculino começou a acontecer, muitas mecânicas assumiram um papel nada profissional de tentar tirar vantagens do desconhecimento feminino no ramo, para agir de má fé.

Uma pesquisa realizada pela Unipart Automotive revelou que 75% das mulheres entrevistadas preferem evitar oficinas com receio de serem enganadas por jargões utilizados pelos profissionais da área.

Para o público feminino, a dificuldade de encontrar oficinas confiáveis que transmitam credibilidade e comunicação transparente e simples, é um desafio real.

Já para as oficinas, adaptar-se as necessidades dessa fatia de mercado pode exigir uma mudança cultural no ambiente de trabalho e também de estrutura, para atender as necessidades específicas do público feminino.

Culturalmente, a oficina deve tratar como regra que, independentemente do gênero, cliente é cliente e deve ser tratado e respeitado como tal. Tratamentos machistas, olhares maliciosos ou qualquer tipo de insinuação deve ser excluído da tratativa.

Além da adequação da postura de todos os colaboradores, é necessária uma revisão na infraestrutura.

O público feminino é um público atento aos detalhes. Um banheiro limpo e organizado, uma recepção em ordem e uma oficina limpa é o mínimo para despertar a segurança que ela precisa para confiar no profissional.

Disponibilizar uma área de espera confortável, com água e café, também é um grande diferencial. Já sobre processos, o público feminino geralmente é mais organizado, por isso, dispor de um software de gestão, além de facilitar o dia a dia da oficina, passará mais credibilidade quando o assunto é orçamento.

Seja extremamente claro e profissional no momento de descrever a necessidade dos serviços e trocas de peças necessárias. E claro, nada de incluir serviços ou peças desnecessárias para aumentar o valor do orçamento. Este tipo de prática, além de antiética, só vai garantir que nenhuma de suas clientes voltem.

Na entrega do veículo, seja transparente sobre tudo que foi executado. Repasse presencialmente conferindo os itens da ordem de serviço, fazendo toda as considerações que achar pertinente e tirando todas as dúvidas que possam surgir. É importante entender que esse público terá mais objeções e dificuldades referente aos assuntos automobilísticos, mas mostrar paciência, bom humor e transparência será o grande diferencial para fidelizar o público feminino.

40% do mercado é uma fatia muito grande para ser deixada de lado.

Hoje, mais de 40% dos clientes das oficinas é composto por mulheres e você precisa estar preparado para atender essa fatia diferenciada!
Tags:         

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *